Gratidão aos fins e força nos recomeços – Tudo é ciclo!

Este ano foi marcadamente, para mim, uma sequência de lições sobre a importância dos ciclos.
Foi um ano 9 (2+0+1+6) e isso reverberou em mim como uma onda de encerramentos e desconstruções. Uma série de opiniões e conceitos sobre a vida, negócios, espiritualidade e saúde ruíram, dando lugar a novos pontos de vista e experiências. Dificuldades e dores me fizeram encarar novamente as minhas sombras e descobrir ainda mais luzes que estavam disfarçadas.

Agora cabe honrar o fim deste ano e agradecer tudo o que aprendi. E o fim do ano coincide com o começo do Verão, cujo Solstício neste ano ocorre no dia 21 de dezembro. Então, vou juntar o fim de 2016 e o começo do Verão e de 2017 para criar um grande ritual pessoal de encerramento e recomeço. Bom, como fins também devem ser festejados vou fazer isso com um grupo de amigos na quarta-feira, em um parque local.

Para aqueles que não podem ir (a maioria, né, afinal é quarta-feira à tarde) eu resolvi criar um e-book com a sequência de atividades que vão marcar esse dia. Nele eu falo mais sobre ciclos, sobre o Solstício, como encerrar e agradecer 2016, a se sintonizar com a energia do Verão e a criar um quadro de sonhos para 2017.

Eu sou A mensagem

Qual é a mensagem que você apresenta para o mundo?
Se as pessoas pudessem te “ler”, o que absorveriam?

Hoje durante uma conversa com uma pessoa amada, dei de cara com a frase “Você é uma mensagem” gravada no seu chaveiro. A pessoa, membro dos Alcoólicos Anônimos, me explicou que essa frase faz parte de uma orientação aos membros. Muito mais do que falar/orientar, o membro deve ser a personificação da mensagem que está tentando passar: a mensagem da superação, da volta por cima, do reagrupamento dos cacos após a dilaceração do alcoolismo na sua vida. Ele É a mensagem.

Fiquei com aquilo na cabeça. Tomei isso como a minha #liçãododia. Não posso evitar em trasladar esse ensinamento para a minha vida na espiritualidade.

Correndo atrás da própria sombra

Eu puxo a fila daqueles que acreditam na importância de desbravar o mundo interior, descobrir nossas crenças limitantes, curar memórias de dor, buscar as causas do que sentimos e tememos. Fiz isso por anos, repetidamente. Acredito tanto nessa necessidade de autoconhecimento que embasei meu propósito de vida e minha missão pessoal nela.

Mas – e tudo tem um mas – às vezes isso não é suficiente. Ou pelo menos não responde as questões que estão atormentando o seu momento, impedindo o seu caminhar e sabotando o seu dia-a-dia.

Um caminho de luz e sombra

É fato que tendemos a buscar os bons momentos e maldizer as dificuldades. Ocorre que muitas das nossas supostas dificuldades são características ou situações que não atenderam ao que fomos ensinados a buscar, as atitudes e metas socialmente aceitas e almejadas. Essas diretrizes nos foram ensinadas desde muito cedo, em situações em que nem tínhamos como avaliar se isso nos potencializava ou nos limitava.

Isso fez com que muitas características nossas fossem tratadas como sombras. …