Recuso

Isso vale para a Vida, para as relações, para o trabalho e, principalmente, para aquelas Vozes Internas que nos atormentam e tentam limitarnos.

Me recuso a acreditar que sou tão pouco.
Me recuso a acreditar que sou incapaz.
Me recuso a acreditar que a vida é assim mesmo.
Me recuso a acreditar que eu não tenho jeito.
Me recuso a acreditar que estou sozinha.

Recuso o Medo.
Recuso a Dor.
Recuso a Vergonha.
Recuso a Raiva.
Recuso a Revolta.
Recuso a Dúvida.
Recuso a Insegurança.

Como disse um mestre oriental, quando alguém me dá um presente e eu recuso, aquilo continua a ser da pessoa.

Que eu só fique com os belos presentes da Vida a partir de agora. 🙏

Elisa Rodrigues Autor

Buscadora. Inquieta. Sonhadora. Rabugenta (às vezes). Cheia de ideias. No mundo externo, sou terapeuta e facilitadora. No interno, sou uma exploradora da beleza do caminho. Veja mais sobre o meu trabalho terapêutico em www.elisarodrigues.com.br