[Série Emoções] – A Raiva

Este texto foi publicado originalmente no jornal “Tablóide de Vargem Grande Paulista”

 

Abrimos a nossa série sobre emoções na edição passada sugerindo que você refletisse sobre as emoções mais presentes na sua vida e as vantagens e desvantagens que elas trazem consigo. Essa é uma reflexão interessante, com insights surpreendentes.

Nos nossos próximos artigos vamos individualizar as emoções e tentar entender uma a uma o que elas significam em nossa vida. Antes, vale lembrar que os sinais das emoções têm significados individuais, resultado da vida única que cada um levou. Uma mesma emoção pode trazer mensagens diferentes para indivíduos diferentes.

Com isso em mente, vamos refletir hoje sobre a Raiva.

Esta emoção costuma ser muito rejeitada e desprezada, pois está diretamente associada a uma série de ações violentas e desastrosas, seguidas de muito arrependimento. No caso desta emoção especificamente, entender o seu significado e como administrá-la é um benefício imenso em um mundo tão tenso.

A raiva é uma emoção que costuma vir acompanhada de uma grande dose de energia de ação. Se bem usada, essa energia pode ser a grande chave para resolver um problema. Em pessoas mais passivas, essa energia extra traz consigo a força necessária para encarar uma situação e se colocar de acordo com sua vontade. Em pessoas mais ativas, pode ser a força necessária para parar e/ou largar uma atitude, ação ou posicionamento.

Em caso de assalto por qualquer emoção, a nossa atitude deve ser sempre a mesma: Emoção, você é bem vinda! Qual a mensagem que você quer me trazer?

Elisa Rodrigues Autor

Buscadora. Inquieta. Sonhadora. Rabugenta (às vezes). Cheia de ideias. Principalmente, alguém que exercita diariamente um olhar de encantamento para beleza do mundo. Veja mais sobre o meu trabalho terapêutico em www.elisarodrigues.com.br